(Re)Inventando-me


Uebaa, batam palmas! Ou não. :D
O que importa é que vou entrar numa nova fase. Acredito que, depois de fazer um vestibular fodido, chorar por não ter tirando a nota que queria, ficar até de madrugada assistindo Blood Ties, e pensar muito na vida, decidi muitas coisas, deixei outras de lado e notei que não to vivendo. A minha idéia de fazer uma coisa de cada vez está me desgastando mais do que fazer mil num único tiro. Amigas que fiz, amigas que me ajudam, não quero morrer dependendo delas, apesar que são muito necessárias. Amo-as (s2), mas aqui eu ando com as minhas próprias pernas.
Será que só aprendemos ou vemos os nossos erros quando estamos quase no fundo do poço!? o.o.
Não me sinto bonita, as vezes, mal amada, me sinto desprovida de um acéfalo que funcione corretamente (simata), e perdida. Seria justo!? Deveria? Na minha percepção, claro que não, mas olhando com outros olhos, novos olhos, noto que aquela frase, "Deus escreve certo por linhas tortas" fazem todo o sentido.
Decidi excluir meu 'formspring' e meu 'twitter', nem uso, e muito menos me importa, só acho desnecessário depender disso, com coisas imateriais só pra ter uma forma de tentar preencher o vazio que me falta durante os meus dias "corridos".
É, melhorar minha capacidade de me superar, vai ser minha nova forma de melhorar os meus defeitos e incapacidades.
E quem sabe ser um ser humano muito melhor aos MEUS olhos.
;)
Beijosnãomeliguempoistenhomedodetelefone. :*

PS: Agradecimentos às minhas amigas: Danny, Mélôôny, Lenore, Carmina, Susan Merlin, Jéh Petrovich e os machos da minha vida. s2
--------------------------
Live Fast Die Young - Pain

"Live fast, die young
Who cares about the world when it soon will be gone
Burn fast, die hard
There is no future and there's nowhere to run"

4 comentários:

Inominável Ser 25 de janeiro de 2010 14:59  

O vestibular é uma guerra que se ganha com sangue frio e paciência, as batalhas são garantia de grandes aprendizados. Tu vais passar, Medye, não te preocupes, se o teu desejo martelar em ti de uma maneira unicamente transcendente no pensamento de querer ser aprovada.

Fiques bem, Leoa.

Yeda 28 de janeiro de 2010 19:49  

Vestibular 2011, lá vamos nós? :D
Olha, espero que o teu caso não tenha sido semelhante ao meu.
Sabe quando tu pula uma questão, e sai marcando no cartão-resposta, toda alegre?
Meu caso. ¬¬

Yeda 30 de janeiro de 2010 17:11  

O texto é meu. Quando é de outra pessoa eu coloco entre aspas. ^^

minhas verdades ,só minhas 5 de fevereiro de 2010 11:55  

ás vezes eu também noto que nao estou vivendo ,fico a maior parte do tempo pensando na vida ,rs
vestibular conserteza é uma tortura eu ainda nao cheguei a fazer mais daqui a 3 anos vou ter que fazer

Sobre este blog

Minhas crianças

Olhos da janela

Minha foto
Uma sonhadora de um mundo de fantasias. Onde todo o irreal que inunda cada linha de pensamento se dissipa no fim de uma avenida, um olhar poético que cria a dor e a felicidade de ter algo além da imaginação. E um trabalho mais que amado criado por mim e somente a mim terminado. Sou Medye Platinun. Muito prazer.

Página Protegida Por Direitos Autorais! Não copie, crie!

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Use e abuse... Da sua criatividade!