My Diary Pt. 8 (?) - Não tem sub-título


É... depois de um bom tempo completamente e irritantemente (diga-se de passagem) calmo e comum, tenho sobre o que escrever nessa minha humilde(?) vida. Como disse e venho sentindo por outras e numerosas vezes, minha vontade é de fugir. Como se não bastasse esse meu instinto de sobrevivência e comportamento tem afetado as pessoas (muito queridas) ao meu redor, não faço o que faço de propósito, apenas... sou assim. E simplismente assim, numa mistura de dor, alegria, tristeza, e ressaca moral. Coisa que é bem (põe pior nisso)ruim. Vai ver seja por orgulho ou por mera estupidez eu me afundo nesse dissabor que chamo de vida. Claro, que sempre temos momentos bons, não nego. Mas o ruins consseguem me destruir a ponto de me deixar perplexa e silenciada. Vai ver essa minha última dor que veio me assolar é a causa de meu cansaço.
Apenas o cansaço. E o peso na consciência.
Desculpa? Perdão? O tempo? Misture os três e daí vem o remédio para a nossa alma.
É... quem sabe daqui um bom tempo tudo volte a ser como antes... Tomara.
Quem sabe.

1 comentários:

Fabrício Romano 27 de julho de 2009 08:45  

Todo mundo precisa fugir um pouco. A questão é encontrar o lugar certo. Eu não conheço lugar melhor do que a literatura, ela nunca me decepciona...

Sobre este blog

Minhas crianças

Olhos da janela

Minha foto
Uma sonhadora de um mundo de fantasias. Onde todo o irreal que inunda cada linha de pensamento se dissipa no fim de uma avenida, um olhar poético que cria a dor e a felicidade de ter algo além da imaginação. E um trabalho mais que amado criado por mim e somente a mim terminado. Sou Medye Platinun. Muito prazer.

Página Protegida Por Direitos Autorais! Não copie, crie!

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Use e abuse... Da sua criatividade!